Sunday 25 Oct 2020

Acompanhe os jogos em direto

 

O Campeonato Nacional masculino da 1.ª Divisão e da 2.ª Divisão de Honra da época 2020-2021 começa este fim de semana e pode acompanhar os resultados em direto.

 

1.ª Divisão
2.ª Divisão de Honra – Zona Norte

2.ª Divisão de Honra – Zona Sul

2.ª Divisão de Honra – Zona Madeira

Campeonato mais competitivo quase a começar

 

O Campeonato Nacional masculino da 1.ª Divisão regressa este fim-de-semana, para a edição 2020-2021 de uma prova que se realiza desde 1944, e que se apresenta como a mais competitiva dos últimos anos.
Os Campeonatos Nacionais de todas as divisões vão refletir o momento epidemiológico que se vive atualmente no mundo, com a obrigatoriedade de uma serie de medidas de proteção e segurança que visam proteger a saúde de todos os intervenientes. A competição será disputada por 11 equipas, uma a mais do que o habitual, dado que a Federação decidiu não realizar o Play-out da 1.ª Divisão, em virtude da pandemia Covid-19. Das 11, quatro são da Madeira, duas dos Açores e cinco do Continente.
No sector masculino, o Sporting Clube de Portugal, campeão nacional há cinco épocas consecutivas e o maior detentor de títulos, com um total de 37, volta a apresentar-se como a equipa mais forte. Apesar de ter perdido o seu mais cotado atleta, Aruna Quadri, que foi jogar para a Alemanha, a formação “leonina” reforçou-se como o brasileiro Thiago Monteiro (n.º 84 do ranking mundial) e manteve o internacional português Diogo Carvalho (181.º) e o internacional nigeriano Bode Abiodun (148.º). A equipa de Alvalade tem ainda nos seus quadros os jovens Francisco Silva e Guilherme Paulo, que integram há vários anos as seleções nacionais jovens e já atuaram na Liga dos Campeões na época passada.
O Sporting CP vai ter como um dos mais fortes opositores a equipa açoriana do GD Toledos, vice-campeã nacional, que disputou também a final da Taça de Portugal e a Supertaça, ambas ganhas pelos “leões”. Além dos internacionais Diogo Silva e Énio Mendes, a equipa conta ainda com o recém-entrado João Seduvem, que alinhava no Sport Lisboa e Benfica, e o espanhol Moises Álvarez Garcia (n.º 1226) . Os representantes da Ilha do Pico foram a última equipa a alcançar a glória nacional, antes do Sporting, somando um total de quatro troféus.
O Clube de Ténis de Mesa de Lagos, primodivisionário, foi a equipa que mais se reforçou, com destaque para a presença do olímpico João Monteiro (80.º) nas suas fileiras. O internacional português – que atua também na equipa italiana do Top Spin Messina e nos gregos do Olympiacos SFP – é o jogador com melhor ranking do Campeonato Nacional. A equipa algarvia conta ainda com o jovem moldavo Vladislav Ursu (531.º), internacional e número dois do seu país, e o nigeriano Adeleye Ahmed, que já representou várias equipas em Portugal. Os algarvios promoveram ainda o regresso à competição de Vítor Amorim, que foi internacional nos escalões jovens.
Outra das equipas fortes do Campeonato, e presença crónica no Play-off, é o Grupo Desportivo do Centro Social do Juncal, da Praia da Vitória (ilha Terceira). Os açorianos apostam nos russos Kirill Shvets e Andrei Bukin, estreante e veterano na equipa, respetivamente, para além dos internacionais jovens David Bessa e Luís Maciel.
O Clube Desportivo São Roque, que já venceu o Campeonato por três vezes, há vários anos que disputa o Play-off. A equipa madeirense tem inscritos o chinês com dupla nacionalidade Zhao Tianming, um dos atletas mais credenciados do campeonato português, o nigeriano Jide Ogidiolu que representa clubes lusos há vários anos, o internacional jovem Tiago Li, campeão nacional Sub21 e júnior.
Outra equipa insular que se apresenta muito forte é a Associação Desportiva de Galomar, pela segunda época na 1.ª Divisão. As figuras de proa são o grego Anastasios Riniotis (880.º), o russo Artem Zimarin (1173.º) e o húngaro Daniel Kosiba, todos recém-chegados ao clube, a que se juntam Duarte Fernandes, marido a olímpica Fu Yu, e o naturalizado Piotr Skierski, que representou a Polónia nos Jogos Olímpicos de Barcelona 1992.
A Associação Desportiva e Cultural da Ponta do Pargo, representa a Calheta, e tem como principais jogadores o nigeriano Idowu Saheed , o espanhol Oriol Monzó e o português Duarte Mendonça.
O último representante madeirense é o Clube Desportivo 1.º Maio, onde pontificam o brasileiro Humberto Manhani Junior e os portugueses Artur Silva, Gonçalo Gomes e Marco Rodrigues, os dois últimos presenças habituais nas seleções jovens.
A Ala Nun’Álvares, de Gondomar, apresenta como principais armas o brasileiro Lucas Pinto, o angolano Alessio Peter e o português José Magalhães, internacional jovem e vice-campeã nacional Sub21.
As equipas Associação Recreativa Novelense, de Penafiel, e Grupo Desportivo e Cultural Atuais e Antigos Alunos de Guilhabreu, de Vila do Conde, são as únicas que têm apenas atletas nacionais e que jogam nos respetivos clubes há alguns anos. Os penafidelenses são representados pelos internacionais André Silva e Silas Monteiro (campeão nacional cadete) e os jovens João Neves e António Malheiro, ex-internacionais jovens.
O Guilhabreu, primodivisionário, há várias épocas que é representado pelos jogadores Jorge Costa, Pedro Silva e Ivo Silva.

Patrocinadores